Filetes de sardinha com arroz de tomate e pimentos


Uma petisqueira.

8 filetes de sardinha (*)
sal marinho
alho picadinho q.b.
sumo de limão q.b.
1 colher de sopa de salsa picada
1 colher de café de orégãos secos
farinha q.b.
1 ovo e meio (dos médios) ou 1 ovo XL
azeite Oliveira da Serra e óleo Fula (metade de cada) para fritar q.b.

Temperei os filetes de sardinha com sal marinho, alho e um pouco de sumo de limão. Ficaram a marinar a tarde toda.
Aqueci o azeite numa frigideira funda. Passei os filetes de sardinha por farinha, depois pelo ovo batido com a salsa e os oregãos e fritei-os até ficarem dourados de ambos os lados. Puz a escorrer sobre papel absorvente.

Entretanto fui fazendo o arroz de tomate e pimentos para acompanhar. Já escrevi algures a receita. Por isso dou só a dica:
Num tachinho fritei em azeite uma cebolinha bem picada e dois dentes de alho picadinhos também. Juntei 1 tomate-coração bem maduro aos pedaços. Reguei com um pouco de vinho branco. Juntei um caldo Knorr de alho e coentros, uma folha de louro e tapei. Passados 2-3 minutos, juntei 3 partes de água para uma de arroz agulha do Ribatejo. Marquei 10 minutos e juntei meio pimento verde e meio pimento vermelho às tiras. Abanei o tacho, tapei, marquei mais dois minutos e apaguei o lume.
Também preparei uma tacinha com azeitonas pretas e das outras, que não lembro o nome. Acrescentei uns tremoços(**) (adoro tremoços e esqueci-me durante muitos anos de os adquirir).
Este sim é um aperitivo indispensável na minha mesa à portuguesa, com umas fatias de pão de Mafra.
Pr'a mesa!

(*) Comprei no Pingo Doce um pacote de 1 kg de filetes de sardinha. Só há que olhar com um pouco de atenção para uma ou outra escama, quando os passamos por água.
(**)Tirei daqui - http://pt.shvoong.com/medicine-and-health/1777614-conhe%C3%A7a-os-benef%C3%ADcios-tremo%C3%A7o/ - a informação sobre o tremoço:
- «Visto muitas vezes como um simples aperitivo, raramente nos damos conta das vantagens que o tremoço pode trazer para a nossa saúde.
Leguminosa da mesma família das ervilhas e das favas, o tremoço é extremamente tóxico quando é colhido da planta, ainda em grão seco. Só depois de cozido e demolhado em água salgada se torna comestível.
Já na Antiguidade era consumido por diversos povos que lhe reconheciam propriedades vantajosas sendo mesmo, para alguns deles, considerado um alimento básico. Mais nutritivo do que o leite ou a carne, embora não os substitua, o tremoço é rico em proteínas, em vitaminas do complexo B e E, cálcio, fósforo, potássio, ferro, fibras e ácidos gordos insaturados (ómega 3 e 6). É, por isso excelente para os ossos, contribui para um bom funcionamento do trânsito intestinal, ajuda a controlar a taxa de açúcar no sangue, o colesterol e reduz o apetite.
Além disso as suas propriedades emolientes, diuréticas e cicatrizantes favorecem a renovação das células.»

E esta?


4 comentários:

Larana disse...

mas que delicia minha amiga, já sinto o sabor das filetes..........

bjs:))

Luisa disse...

Um dos meus pratos favoritos. Ficou com óptimo aspecto!

Guidinha Pinto disse...

Larana, bom proveito :). Obrigada pelo comentário.

Guidinha Pinto disse...

Luisa, também gosto muito. Obrigada pelo comentário.