Sopa de tomate à moda da minha Mãe

Pode comer-se morno. Adoramos.

Cerca de 1 kg de tomate maduro (uso cacho)

2 cebolas novas e grandes cortadas em meias-luas finas

2 dentes de alho

3 colheres de sopa de azeite

sal q.b.

pão de Mafra

Oregãos

Queijo Parmesão ralado grosso q.b.

2 ovos por pessoa

Fiz assim:
Limpei o tomate de sementes e cortei-o em bocados. Deixei ficar a pele.
Num tacho levei ao lume o azeite, as cebolas, os dentes de alho picados, deixei saltear um pouco.
Juntei o tomate, abanei o tacho, tampei-o e deixei cozer um pouco o tomate. A seguir juntei água quente suficiente para a sopa. Pulvilhei com um pouco de sal e oregãos secos.
Parti pão tipo Mafra (também pode ser Alentejano) em fatias e mergulhei-as no caldo. Depois de levantar fervura de novo, temperei com sal. Numa tigela, abri os ovos 1 a 1 e fui colocando espalhados pelo caldo. Deixei escalfar, sem cozer os ovos em demasia. Deitei por cima uma mão cheia de queijo parmesão ralado grosso. Fomos para a mesa devagar, para dar tempo a arrefecer um pouco.

Cerejas da Cova da Beira para sobremesa.

1 comentário:

Guida disse...

Sabes como se tiram as nódoas de cerejas??
Com leite, é mesmo este verão depois de um passeio ás cerejas da Cova da Beira apanhei uma nódoa que não saiu com nada, só com leite...
Vou continuando a pesquiza pois os diospiros trouxeram-me aqui eh eh eh , vou continuar o passeio.
bjs
guida